Quarta-feira, 29 de Agosto de 2007

COMO ESCREVER UM PONTO FINAL E FECHAR UM LIVRO DE HISTÓRIAS...

Data de Envio: 27/08/07

Assunto: Jogo a toalha branca...

 

 

Oi!  

Jogo a toalha branca ao chão e desisto dessa luta. To abandonando essa batalha...


Se você prefere a companhia de pessoas que te apunhalam pelas costas, de quem tem por habito plantar a semente da discórdia, ou então puxam seu tapete na maior, ou aquelas que o colocam em enrascadas ou mesmo aquelas que usam de golpe baixo para te prender, não posso fazer mais nada, tentei, mas a decisão é sua. E eu não preencho nenhum desses requisitos e nem viria, por um dia que seja, a preencher um deles para que você aceitasse, enfim, ter a minha companhia. Talvez isso explica aquela frase que você tanto repete: “somos muito diferentes...”

 

Eu nunca prometi flores o ano inteiro para você, mas poderia garantir que belos dias você teria, e você sabe que os teria, pois você já os teve. Pelo menos estaria contigo para o der e vier... Como estive, sempre!

 

Tem uma frase, até mandei para você, que diz que “o amor é um final feliz”, acho que o meu por você não terá um, infelizmente...

 

Pela primeira vez nesse tempo que o conheço sinto que alguma coisa dentro de mim está quebrando, talvez morrendo, não sei. Embora você tenha agido dessa mesma maneira tantas outras vezes, essa é a primeira vez que sinto isso. Não sei explicar, mas acho que estou fazendo, assim como você fez, a minha escolha entre esperar por algo que nem sei se terei um dia e ser feliz. É, eu acho que mereço ser feliz, por tudo que eu fiz por você, por tudo que eu sei que sou e por tudo que eu sei que ainda posso ser e fazer...

 

Eu nunca esperei receber rosas de você, mas também não mereço receber espinhos... Não, realmente eu não mereço, pois eu tenho consciência de tudo que fui para você, e sei que ninguém fará por você o que fiz, ninguém sentirá por você o amor que eu sinto, um amor que não apunhala, amor que não maltrata, não puxa tapete, um amor que nunca usou de nenhum golpe baixo para prendê-lo aqui, mesmo querendo tanto que você ficasse...um amor puro, limpo e forte, que resistiu a muitas coisas... Mas você nunca viu esse amor dessa forma, apenas viu de uma forma que poderia prendê-lo. Ah se você soubesse e se permitisse sentir um amor de verdade, veria o quanto é bom sentir-se amado e amando... Mas você também fez a sua escolha...

 

É isso, to abandonando o barco, pois não quero vê-lo afundar mais uma vez e ter que me ver nadando na tentativa de encontrar a tão sonhada praia para, lamentavelmente, morrer afogada nela. Estou abandonando um sentimento tão lindo que dediquei a você por todo esse tempo. Estou desistindo de um sonho, de planos, desejos, vontades, momentos, de lembranças... estou desistindo de você.

 

Agora eu sei o que pedir para Deus, e já comecei. Pedirei a Deus para te ajudar a encontrar luz e paz em seu caminho, pedirei a Ele para que um dia você consiga entender o que é esse sentimento. E pedirei a Ele para me dar forças para suportar essa batalha que será esquecer esse amor (você), pedirei forças para seguir em frente.

 

Sinto muito por tudo isso. Juro a você que não era isso que eu sonhava. Aliás, os meus sonhos com você eram lindos e puros. Sinto muito por você nunca ter feito nada por nós... Sinto por você sempre pensar em você, apenas... ou talvez não, pois se pensasse, se daria uma chance... Enfim, sinto muito mais, pois além de você perder alguém que te ama, está perdendo também uma amiga...

.

.

Beijos sempre com carinho,

Fique com Deus, sempre!

.

.

,

O ponto final foi colocado. O livro está fechado, mas ainda está em minhas mãos. E minha ânsia maior é abri-lo e tentar escrever outro final ou talvez apagar alguma parte escrita anteriormente. Sei lá...

A dúvida está em, se coloco este livro no fundo baú ou o jogo fora....Ainda está em minhas mãos...

.

Bora lá, seguir em frente em busca de outro livro... talvez!

.

.

Sinto-me: Triste, com dores na alma
Em meus ouvidos toca: Tem alguma música martelando aqui dentro...

.Eu, eu mesma e sem Irene!

.Ainda no Forno:

. COMO ESCREVER UM PONTO FI...

.Julho 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17

19
20
21
22
23
24
25

27
28
29
30
31


.Minha Hora

.Lembranças

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

.Tags

. todas as tags

.Pesquisar neste blog

 

.Quantos passaram pelo meu cantinho...

Free Web Site Counter
Free Counter

.subscrever feeds