Domingo, 30 de Setembro de 2007

PUTZ...

.

Bom, entrando no ritmo da música abaixo, eu realmente nesta semana estava “sambante”, mas dentro do meu cuore comecei a sentir uma pontada bem chata.

É que na sexta feira aconteceu algo, ou melhor, eu fiquei sabendo de coisas que infelizmente me deixaram muitíssimo triste, decepcionada... uma sensação de impotência.

Sexta entrei no msn e lá está aquela criatura indecisa que atende pela letra ‘R’. Não esperava isso, eu não o exclui do msn pois, como ele não estava entrando mesmo, achei que tão cedo não o veria por lá (não o estava vendo de nenhuma forma, por que logo no msn ele apareceria, né?....Santa Ingenuidade a minha, aff!!). Enfim, o coração quase entrou em colapso nervoso, eu tremia feito bambu, um tremor de frio, fiquei verdadeiramente gelada, mas já era tarde para fazer algo (nossa, ao descrever essas sensações percebo como sou... sei lá, fraca ou talvez, o quanto ainda estou vulnerável a ele e a esse “estranho” sentimento que ainda habita o meu ser...). Masssssss.... fiquei na minha, afinal, de repente todos os meus contatos resolveram sentir vontade de ter um “dedinho de prosa” comigo e quase me enlouqueceram com tantas caixas abertas e piscando chamando por mim...

            De repente, eis que surge o dito piscando em meu monitor chamando minha atenção com um “Oi, tudo bem?” Putz, gelei, suei frio, tive dúvidas se deveria responder, dar atenção, mas, não tem jeito, respondi! Fui logo indagada a respeito dos dizeres do meu nick (Extreme Makeover!), expliquei, com “t-o-d-a-s  a-s  l-e-t-r-a-s”!

            Então, fui fazer a magnífica pergunta, esta que me martelava todas as noites em minhas orações: “E você, como está?”. Nesta hora, senti tanto desejo de ouvir que tudo estava bem, às mil maravilhas, etc, etc, etc... Mas, infelizmente, só tive noticias ruins. Ele não está nada bem, com tantos problemas, perdido e sem rumo. Disse-me que nada tem dado certo para ele, absolutamente nada!

            Tentei ser rude com ele, mas em minhas palavras só saiam palavras de incentivo, de força. Tentei mostrar um caminho melhor, tentei falar que ele precisava dar o primeiro passo para sair do buraco que ele havia se jogado, tentei pedir para ele buscar por Deus, pedi para ele rezar ali, naquele momento, falei... falei... E só ouvi que ele está um total ateu, que não conseguia ter fé e nem forças para rezar ele tinha, quiçá para sair do buraco e arrumar a própria vida.

            Enquanto lia essas palavras, meu coração se apertava ainda mais, as lágrimas não se agüentaram e escorreram por minha face, foi terrível. Foi terrível ler tudo aquilo e ainda agüentar o sarcasmo dele para tirar sarro de mim...

            A conversa terminou com um: “Não vou te prometer que vou rezar, mas tentarei!”... algo assim....

            Passei a tarde toda injuriada com aquela conversa. Nunca imaginei... Pedi a Deus que se fosse possível eu fazer alguma coisa a mais do que rezar, que era para Ele pôr em minhas mãos, pois eu quero muito ajudá-lo. Quero muito vê-lo bem. Como posso desejar mal alguém que tanto sentimento tenho? Também não me sentirei bem se puder fazer algo e ainda assim, ignorar. Faria por qualquer um, porque justamente por ele não faria?

            Só sei que doeu, senti essa dor por muito tempo e ainda agora sinto algo muito estranho.

            Enquanto não descubro o que mais posso fazer, rezo... peço a Deus por ele!

.

.

 

Sinto-me: Com meu cuore partido!
Em meus ouvidos toca: Where the lost ones go - Sissel (mudei o CD)
Tags:

AINDA COM O SAMBA CORRENDO NA VEIA...

 

E como não poderia de ser....mais um sambinha das antigas.... Adoro esse cara, Martinho da Vila, adoro o ritmo dele e, como não poderia deixar de falar da música, Ex Amor...ai ai!!

Bora lá!

.

.

Sinto-me: Sambante!
Em meus ouvidos toca: Bora no CD...
Tags:
Rabiscado por Bridget Bran às 03:25
Link do Post | Teçam seus comentários | Adicionar aos favoritos
Quinta-feira, 27 de Setembro de 2007

TÚNEL DO TEMPO...

.

.

       Hoje eu acordei com um sambinha correndo nas veias! Então, antes de mais nada, peguei um CD e bora lá...tocar! Dançar! Cantar!

       Essa música se chama Deixa eu te amar e o cantor é o saudoso Agepê. Pena que esse cara não mais está entre nós.

       Sou bem seletiva para esse tipo de ritmo nacional, o samba. Para mim, nada como os antigos.... Como diz minha irmã a respeito da minha pessoa, "Bri, você nasceu em época errada!". É, definitivamente tenho que concordar, pois eu adoro tudo que é música antiga. E em termos de samba esse é o meu favorito!

        Esse é um sambinha puro, sem malícia, um ritmo tranquilo, a letra fala de amor como todas as outras, mas não é aquele amor cafona é, de fato, aquele amor das antigas...

 

Bora lá... Deixa eu te amor, faz de conta que sou o primeiro..... Cantar e dançar!

.

.

Sinto-me: Hoje estou dançante...
Em meus ouvidos toca: Rola o CD todo...Agepê!
Tags:
Rabiscado por Bridget Bran às 19:56
Link do Post | Teçam seus comentários | Adicionar aos favoritos
Terça-feira, 25 de Setembro de 2007

FINAL DE SEMANA...EM FAMÍLIA!

.

Sexta feira, malas prontas! E lá vou eu para a casa da minha irmã. Ela mora em uma cidade que fica a 1:30 daqui. Nada longe, porém, quanto tempo faz que não vou para lá. Encarei... afinal, é mais tumultuado chegar até a rodoviária do que até a cidade.

Cheguei lá no meio da tarde. Encarei um táxi “capenga”, caindo aos pedaços e que ainda ficou com $0,40 meus. Oras, que raio de taxista é esse que trabalha sem troco??? Enfim, não serei canguinha a essas alturas, mesmo porque estava cheia de tralhas pesadas nas mãos e ainda tinha quatro andares para subir...de escadas! Aff...

Bom, nem se morássemos lado a lado perderíamos a mania de falar.... Imagina a cena: 2 mulheres, irmãs, que há dias não se vêem, sozinhas em uma casa, com muito tempo livre. O que vira??? Não muita coisa porque a boca não deixa! Temos assunto para um ano morando sob o mesmo teto!! Haja água para molhar a boca seca!!!

O bom é saber que teremos o sábado todinho a nosso dispor para fofocarmos. Meu cunhado iria trabalhar. Imagina, uma casa que, costumeiramente, demoramos 2 horas para limpar, levamos mais de 9 horas! E porque tudo isso? Conversa! Assunto! Fofoca! Dá-se o nome que quiser, nós damos o nome de “pôr em ordem os temas”! (rsrs)

Bom, o cunhado chegou do trabalho, a boca nem assim fechou, ele fez o jantar e a boca continuou aberta e por ai foi...

Mas domingo foi o melhor dia de todos! Como na segunda era aniversario do irmão, havíamos proposta a ele de comemorarmos. E como bons descendentes de italianos que somos, nada melhor do que comemorar comendo...

Ele resolveu ir, ligou-me avisando que estava vindo e assim os esperaríamos. Uma hora mais tarde lá estava ele, com minha mãe (já esperada), minha irmã e meu cunhados (esses foram surpresa!)

Depois dos cumprimentos, lá fomos nós para o Rancho da Picanha. Jesus, nunca vi tanta picanha na minha frente! Família toda reunida, falando (óbvio), rindo, comendo, bebendo. A tarde foi assim, um sossego no meio do calor enorme que fez naquela cidade...

Chegamos à casa da minha irmã e ainda tinha a segunda parte... o bolo! Com direito a cantar parabéns e tudo!...Ah, não esquecendo, com mais conversa!

Chegamos em casa, claro, eu voltei com eles de carro, haja visto que a bagagem que eu cheguei havia duplicado com 2 dias de estadia lá, logo, eu iria me dar mal se tivesse que encarar ônibus, metrô e mais ônibus....Ninguém merece!

 

E esse foi o meu final de semana “família”. Muito bom! Fazia tempo que isso não acontecia....

 

E, sem esquecer, embora eu já o tenha cumprimentado de várias maneiras:

 .

.

IRMÃO, PARABÉNS!!! FELICIDADE SEMPRE E TUDO DE MELHOR PARA VOCÊ!! Esqueça o fato de ficar obsoleto, ok? O que importa é a experiência!!! Ha-ha-ha....

 .

 .

 .

 

Sinto-me: Em domingo de sol!
Em meus ouvidos toca: Love Changes Evertything - Climie Fisher (música antiiiiga!)
Rabiscado por Bridget Bran às 19:03
Link do Post | Teçam seus comentários | Adicionar aos favoritos
Segunda-feira, 24 de Setembro de 2007

SOBRE BARCOS E MARES

.

Podemos viver muitos anos e jamais saberemos qual de fato será o extremo nos sentimentos – até porque a incerteza da vida tem o nome de “dia seguinte”.

É interessante pensar sobre isso, porque o que hoje chamamos de dor e tristeza pode amanhã mesmo ser lembrado como um bom momento. E também aquilo que neste momento nos parece ser um grande amor, com a virada da página da folhinha pode ser algo de que nem gostaremos de lembrar.

Digo isso para que de uma vez por todas percamos a mania de desejar ser porto e aprendamos de vez que somos mesmos barcos.

E é importante lembrar – em tempos de tsunamis – que mesmo os maiores barcos precisam ter respeito pelo mar. Sim, porque somos barcos e a vida o grande mar.

Por que não nos dizem isso antes, logo cedo, quando começamos a entender que estamos vivos?

Por que não nos contam que a vida não será uma eterna sucessão de colos e que a maior parte do tempo não andaremos ao lado das pessoas, mas com certeza, ou correndo delas ou atrás delas?

Porque ninguém tem a coragem, ou melhor dizendo, a “bondade” de nos dizer coisas sensatas sobre a vida e até mesmo nos deixam ler livros sobre coisas bonitas e acreditar que personagens são baseados em humanos que a qualquer hora poderemos encontrar em meio à avenida que passa bem ali do lado?


Por não saber coisas assim tanta gente sofre... eu também!

Passamos muitos anos querendo entender porque um número somado ao outro tem resultado, mas não entendemos bem porque uma pessoa ao lado da outra nem sempre forma um par.

Tanto tempo da nossa vida deixamos ao aprendizado do “falar direito” e quase nada sabemos sobre o falar o que de fato sentimos, talvez por isso sejamos quase todos aparentemente quadros de cores bastante ordenadas, mas de arte nenhuma.

Poderia alguém ter nos contado, na tenra idade, que somos barcos e não portos e que assim estamos à mercê da vida e não de nossos sonhos.

Talvez isso tivesse feito com que chorássemos menos.

De que me adianta saber isso agora? Barcos velhos não cruzam mais oceanos!

Ficam só ali pela costa, vendo de menos perto, a paisagem comum.


Sinto-me: Pensando...
Em meus ouvidos toca: Loves Changes Everything
Tags:

.Eu, eu mesma e sem Irene!

.Ainda no Forno:

. E FALE BEM ALTO....

. RELATÓRIO.

. NOTÍCIAS

. MISTO DE EMOÇÕES...

. NÃO DESISTA DO AMOR....

.Julho 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17

19
20
21
22
23
24
25

27
28
29
30
31


.Minha Hora

.Lembranças

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

.Tags

. todas as tags

.Pesquisar neste blog

 

.Quantos passaram pelo meu cantinho...

Free Web Site Counter
Free Counter

.subscrever feeds